Projeto Lenstrick: círculos em high key


Arquivado em , , , ,
Finalmente é dia de mais um post do projeto Lenstrick! Se você é novo aqui e não faz ideia do que é isso, a proposta foi criada pela Tati, do Tatsiology, e pela Lua, do Lua do Outubro. A ideia é postar cinco fotos com algum tema e usar uma técnica diferente todo mês. E em julho nós tivemos que fotografar círculos em high key.

Eu sempre gostei de criar e explorar cenários nas fotos. Desta vez tive que deixar isso um pouco de lado, afinal era parte da proposta. Eu não conhecia o método high key até o dia que foi sugerido no projeto. Por isso, pesquisei bastante antes de sair clicando. Ainda assim, acho que errei um pouquinho, mas valeu a tentativa. É sempre bom aprender coisas novas, né? E errando que se aprende!

Para entender melhor, high key se refere à abundância de luz, brancos estourados e poucas sombras. A técnica usa luzes suaves, de todos os lados. Eu indico este link que o grupo usou de apoio para vocês aprenderem mais sobre. Lá está tudo explicado direitinho!

O legal dessa técnica é que o foco está totalmente no objeto, só ele compõe a imagem. Nunca tinha feito algo nesse estilo e gostei muito do desafio. Tentei usar objetos coloridos para compensar o fundo branco. O resultado foi melhor do que esperei! Na dúvida se era high key ou superexposição, peguei carona na dica do meu namorado: se dá para definir o objeto, ver suas delimitações, está dentro do proposto. Foi com base nisso que fiz as fotos e as edições. Só me empolguei um pouquinho e fiz várias imagens. Por isso acabei trazendo uma a mais do que o projeto pede, haha. Espero que curtam ;)







Legal o projeto, né? Aproveito para convidá-los a conhecer os outros blogs participantes. Só tem fotos incríveis, impossível não se inspirar, gente <3


E vocês? Curtiram as fotos? Comentem aí!

Projeto UP: como ganhar dinheiro com o blog?


Arquivado em , , , ,
Uma das coisas que o pessoal tem mais curiosidade é se tem como ganhar dinheiro com o blog. A resposta é que sim, tem! E qualquer blogueiro, até mesmo um iniciante, pode conseguir. Foi pensando nisso que resolvi dar continuidade ao Projeto UP (conheça) e trazer este post super especial! Não vou mentir pra vocês e dizer que ganho muita grana com o Julie de Batom, porque é mentira. Minha maior fonte de renda é meu estágio. O que consigo com o blog não chega nem perto do meu salário, até porque não é todo mês que ganho algum dinheiro com meus trabalhos na internet. Mas há algumas maneiras que podem te ajudar a começar e vim aqui para te dizer quais são elas!

Antes de tudo, acho importante dizer que ter um blog visando apenas lucro e fama não é nada legal. A graça da coisa está em compartilhar seus gostos, suas ideias e dicas de uma forma natural, leve. Ter um espacinho na internet por obrigação acaba tirando a naturalidade do seu trabalho. E acredite: seus leitores vão perceber isso. 

Mas também não é errado ganhar com seu hobbie. E, sim, você pode e deve cobrar pelos serviços que faz no blog. Até porque escrever um post, ter um espaço atualizado e preparar bom conteúdo demanda tempo e esforço, né? Só vale lembrar que você precisa de bom senso para equilibrar posts legais com publicidade. 

Há diversas maneiras de ganhar dinheiro com o blog e cada blogueiro tem suas formas. Alguns trabalham com tais serviços, outros não. Tudo vai depender do que você quer e do que você acha legal passar para os seus leitores. Para ajudá-lo, separei algumas formas que eu conheço e uso, tá?


  • PUBLIEDITORIAL
O publieditorial nada mais é que um post patrocinado por uma empresa. Geralmente é baseado em um release (informações daquele produto ou loja), que você pode editar conforme seu jeitinho, público-alvo e assunto. Por exemplo: eu tenho uma loja de roupas e quero que você fale dela no seu post. Então, te forneço um texto sobre a marca, mando algumas fotos das peças que eu vendo e te pago um valor definido. Entenderam?

Mas tem dois pontos que eu acho importante e mantenho no Julie de Batom. A primeira é sempre avisar, tanto no final do post quanto nas tags, que aquele texto se trata de um publieditorial. Mascarar uma publicidade é feio e, acredite, todo mundo percebe! É mais bonito, ético e digno avisar seu leitor, assim ele não se sente enganado e percebe que o seu trabalho é sincero. O segundo ponto é nunca pegar um publieditorial que não tem relação com o blog. Vocês imaginam eu falando sobre carros? Eu entendo nadinha e nem dirigir sei! Imagina que mico seria?


  • PERMUTA / ENVIO DE PRODUTOS
A permuta é parecida com o publieditorial, a diferença é que, ao invés de dinheiro, a empresa vai te pagar com produtos ou serviços que ela oferece. Se o acordo for esse, você vai testar o que recebeu e postar no blog. 

Particularmente, não sou muito fã desse tipo de publicidade. No começo até acho válido. Mas depois acho que a blogueira precisa cobrar pelo menos um valor simbólico, além do produto enviado. Imagina se você trabalha e a empresa te paga todo mês com roupas, maquiagens, etc? Nós, assim como qualquer funcionário, temos gastos além de beleza, concordam? E há outro ponto importante: valorizar o nosso trabalho na internet. Infelizmente muitas marcas e lojas querem "abusar" dos blogs porque não os levam a sério. E pior de tudo: há muitos blogueiros que aceitam, por isso elas continuam fazendo isso, né?

Vale lembrar que é diferente de quando a empresa te envia presskits e produtinhos para testar, por livre e espontânea vontade. Se não houve um acordo de publicar, você só faz se quiser, se curtir a loja e produto. As empresas enviam esses kits para várias blogueiras, assim é uma forma de mostrar os lançamentos. Às vezes, nem avisam que há algo chegando, então acaba sendo surpresa (quem não ama? haha). Acontece que algumas assessorias entram em contato com você para pedir nome, blog, endereço e telefone. Geralmente é para adicionar ao pessoal que eles enviam esses produtinhos de teste. Só pesquise bem pra quem você está passando seus dados, tá? 


  • BANNERS
Os banners são essas imagens que ficam na página indicando alguma loja, produto ou serviço. O blogueiro ganha dinheiro por meio dos cliques ou até mesmo um valor combinado, que será pago por mês ou ano. A quantidade de grana que você vai receber depende indiretamente de quantos leitores você tem e quantos vão clicar na publicidade. Mesmo assim, pra mim é a forma mais fácil de tirar alguma coisa com o blog. Digo isso porque até um blog iniciante pode render uns trocados!

Para ajudar vocês, separei cinco sites que eu uso no Julie de Batom. Em resumo, você se cadastra neles e, se for aprovado, pode usar os banners que são oferecidos. Aí o quanto vai ganhar depende da quantidade de cliques - lembrando que não vale clicar no seu próprio banner, pois o site pode te banir, viu? Você só pode tirar o dinheiro após atingir um valor mínimo. Mas é melhor isso que nada, certo?

Esse é o primeiro site que todo blogueiro deve recorrer quando pensa em publicidade. Pra mim, é o melhor! Você cria um padrão para os banners que quer no blog e isso ajuda muito a limitar os produtos e marcas ao seu público. E isso torna mais fácil ganhar cliques, porque tem relação com quem te visita! O valor mínimo para retirar é de 100 dólares, então pode demorar um pouco para alcançar o valor. Para saber como adicioná-lo ao seu blog, clique neste link.

O Spider.ad foi o segundo site neste estilo que conheci e usei. Achei ele bem parecido com o Google Adsense, a diferença é que o valor precisa atingir 100 reais para você retirá-lo. Nele também dá para escolher quais banners vão aparecer e ele oferece outros tipos de publicidade. Dá para colocar no canto da tela, em uma pop-up, em links no post... E por aí vai. Para saber como adicioná-lo ao seu blog, clique neste link.

Afilio
A Afilio tem uma pegada diferente das anteriores. No site você não escolhe quais assuntos vão aparecer nos banners, mas sim quais lojas! Lá tem uma lista de campanhas de diversas marcas e qual o valor por clique você ganha com elas. Se for aprovado, é só colocar a publicidade no blog. Estou usando há pouco tempo e até o momento, diferente dos outros, não lucrei nada. Resolvi deixar por um pouco mais e ver se essa realidade muda. Não sei se acontece só comigo, por isso vou esperar. Ah, e o valor mínimo pra retirada também é 100 reais. Para saber como adicioná-lo ao seu blog, clique neste link.

A Boo-box se parece com a Afilio - você escolhe as campanhas que quer participar -, mas sem uma variedade tão grande de marcas. A maioria dos anunciantes não tem relação com o Julie de Batom, por isso só consegui manter aqueles que estão na categoria "campanhas diversas". Não que isso atrapalhe muito, mas gostaria de ver mais lojas por lá. De resto, funciona também por cliques e o valor mínimo para retirada, diferente dos outros, é de 30 reais. Para saber como adicioná-lo ao seu blog, clique neste link.

Egrana
O Egrana funciona como o Adsense: você adiciona o código no blog e ele faz o resto por você. O único ruim é que não dá para selecionar quais banners vão aparecer, pelo menos eu não consegui. Mesmo assim, ele me surpreendeu. Tenho o serviço ao mesmo tempo dos dois anteriores e até o momento ganhei mais pelo Egrana! O valor mínimo para retirada também é menor, sendo 50 reais. Para saber como adicioná-lo ao seu blog, clique neste link.


  • QUANTO COBRAR POR MEUS SERVIÇOS? 
Antes de tudo, é válido dizer que não há um pagamento fixo nem uma tabela para seguir. O valor cobrado depende muito do que você pode oferecer de volta para a empresa. Ou seja: quantos seguidores seu blog tem? Quantas visitas? Que parte dessa galera vai se interessar pelo assunto? Tudo isso precisa e deve ser considerado. Como dizem, não há um valor padrão para cobrar.

Porém, há algumas fórmulas que ajudam e simplificam isso. Claro que não são regras, mas podem facilitar sua vida! Separei aquelas que foram minha salvação. Olhem só:



  • DICAS PARA OTIMIZAR O BLOG
Mesmo um blog pequeno, iniciante e com poucos seguidores pode chamar atenção de lojas e marcas. Ter um espaço arrrumadinho, conteúdo de qualidade e seriedade com seu trabalho ajudam bastante nisso. 

A escolha do layout pode parecer besteira, mas conta muito. Um anunciante vai prezar muito isso. Ninguém vai querer sua marca em um site poluído, com muitos erros de português ou que só posta publicidade, né? Ter cuidado com seu cantinho é essencial!

E isso inclui já ter um espaço próprio para os banners. Mesmo sem os anúncios, é importante ter na lateral um widget de publicidade. Assim você mostra que também trabalha com isso! Ah, e claro: quando a proposta aparecer, você não vai precisar se matar para mexer no código e adicionar espaço dos banners, né? Quando comecei com o Julie de Batom, eu não tinha pensado nisso e precisei me virar nos trinta para conseguir adicionar um banner. Meu maior problema foi com este em cima do post. Por isso, quando fiz meu novo layout, já deixei tudo arrumadinho. Agora é só adicionar o código, sem problemas!

Além disso, estudar SEO ajuda muito! Não diretamente, mas quanto mais você investir nisso, melhor seu site é rankeado no Google. Ou seja: assim como novos leitores te encontram facilmente, lojas e marcas também vão. Certo? Para ajudar, separei este link que explica melhor o que é essa técnica.


  • MÍDIA KIT
Com certeza você já se deparou ou vai se deparar com este termo. Em resumo, mídia kit é um arquivo que explica o que é seu blog, quantas visitas você recebe e quais serviços oferece. Para explicar melhor, vocês podem conferir o MK do Julie de Batom neste link.

O mídia kit pode ficar em uma página do seu blog, onde os anunciantes já vão conhecê-lo, ou até mesmo ser um arquivo no computador ou na nuvem, que você vai enviar a quem solicitar. Eu prefiro a primeira opção, assim as marcas e lojas já te procuram sabendo o que querem. Também tenho um segundo, só com os valores, que envio para quem solicita por e-mail.  

Criar um mídia kit não é um bicho de sete cabeças, viu? Você só precisa dos dados do seu blog, o Power Point instalado no computador e um pouquinho de criatividade. Eu gosto de atualizar por mês, assim a loja entende melhor como funciona o Julie de Batom, Mas você pode criar sua própria periodicidade.

Para ajudar vocês, também separei alguns links que ajudam na criação do MK. Olhem só:


Espero que o post ajude vocês que estão começando e ainda têm dúvidas quanto a ganhar com o blog. Sei que não sou a dona da razão nem o melhor exemplo no assunto, mas vivo lendo e estudando bastante para melhorar sempre! O pouquinho que sei eu compartilhei com vocês, pois entendo que no início tudo parece um bicho de sete cabeças. E, na verdade, não é!

Agora me contem: curtiram o post? Foi útil pra vocês? Comentem aí! E se restar alguma dúvida, deixem nos comentários que respondo por aqui, tá? <3

Canal JDB: Como fazer um quadro de organização semanal (planner)


Arquivado em , , , , , ,
Eita 2015 que não está fácil, viu? São tantas coisas para fazer que eu vivo me perdendo. É TCC, blog, faculdade, compromissos pessoais... Fica difícil conseguir manter a memória em dia. Nem os aplicativos do celular dão conta!

Há uns meses assisti um vídeo da Jéssica Dantas (link) e vi um quadro semanal, como se fosse um planner. Fiquei mega apaixonada! Procurei em lojas online, mas só encontrei um na Imaginarium e não era do jeito que eu queria. A solução? Comprei tudo e fiz! haha.

Não sou a melhor pessoa quando o assunto é D.I.Y. mas tentei me virar. Pra quem fez sozinha, sem seguir tutorial algum, até que me saí bem, né? Gravei toda a experiência para vocês, inclusive os problemas e errinhos que eu tive no caminho. O resultado ficou super fofo e eu estou in love pelo planner! Espero que vocês gostem, se inspirem e façam também. Ah, e ignorem minha voz de criança na narração. Foi a primeira vez que gravei a voz após o vídeo! haha. Para aprender é só dar o play:


Eu gastei em torno de R$40 para fazer o quadro. Nas lojas o preço é em torno de R$80, então valeu super a pena. Além disso, ele fica do jeitinho que queremos, né? Nada melhor do que ter um produto único e exclusivo, só nosso!

  • MATERIAIS USADOS

- Quadro branco de 57 x 37 cm: R$16 na Papelaria Jambo de São Vicente 
- Papel contact de estampa floral: R$16 por dois metros na Papelaria DHD de São Vicente
- Caneta para quadro branco: R$3,50 na Papelaria DHD de São Vicente
- Decoração em formato de batom: não lembro o preço exato, mas acho que custou uns R$3 na Papelaria Jambo de São Vicente
- Adesivos: três cartelas por R$2 em lojinhas de R$1,99

  • MEDIDAS

Para facilitar, fiz uma imagem com as medidas que usei no planner. Olhem só:


Agora quero saber de vocês: curtiram o primeiro vídeo de DIY do canal? Comentem aí! E se seguirem o tutorial, não se esqueçam de postar fotos nas redes sociais com a hashtag #plannerjuliedebatom. Vou adorar ver o resultado de vocês <3