Top 5: minhas músicas favoritas do 1989, novo álbum da Taylor Swift!


Arquivado em , , , , , , ,
Já faz uma semana que eu não consigo escutar outro álbum que não seja o novo da Taylor Swift. Intitulado 1989, este CD firma a cantora no estilo pop. Sei que não estou acostumada a falar sobre álbuns aqui, mas eu curti tanto este que resolvi abrir uma exceção. Quem sabe vocês não gostam da ideia e eu trago outros, né? ;)

O álbum é tão legal que não dá vontade de pular nenhuma música - e isso é muito difícil de acontecer comigo! Logo de começo a primeira faixa, Welcome to New York, já dá seu recado: a Taylor abandonou, de vez, o country. Porém, a qualidade das letras não foi junto! Elas continuam profundas e do jeitinho que a cantora sempre fez: cheias de sentimentos. Falem o que quiserem, mas os relacionamentos ensinaram muito a Tay. E eles rendem ótimas músicas, viu? E são tão boas (tanto de ritmo quanto de letra) que foi bem difícil escolher somente cinco para aparecer aqui! 

Diga que você vai lembrar de mim / De pé em um belo vestido / Olhando para o pôr do sol, baby / Lábios vermelhos e bochechas rosadas / Diga que você vai me ver de novo / Mesmo que seja apenas em seus / Sonhos mais selvagens

Porque, baby, eu poderia construir um castelo / Com todas as pedras que eles jogaram em mim / E todo dia é como uma batalha / Mas todas as noites conosco é como um sonho / Nós somos os novos românticos / Venha comigo / "Coração Partido" é o novo hino nacional / Nós cantamos orgulhosamente / Nós estamos muito ocupados dançando / Para ocupar nossos pés / Baby, somos os novos românticos / As melhores pessoas na vida são de graça

O amor é uma chama frágil, ele pode se apagar / Pode se apagar / Pois eles têm as jaulas, as caixas, as armas / Eles são os caçadores, nós somos as raposas / E corremos

Esse amor é tão bom / Esse amor é mau / Esse amor é uma vida de volta dos mortos / Essas mãos tiveram de deixa-los livres / E esse amor pode voltar para mim

Pessoas como você sempre querem de volta / O amor que deixaram de lado / Pessoas como eu vão embora para sempre / Quando você diz adeus / (Ficar) Hey, tudo o que você precisava fazer era ficar / Ficar, me tinha na palma de sua mão / Então por que você tinha que / Me bloquear, quando eu te deixei entrar?

Além dessas, vale relembrar o novo single da Taylor, Shake it Off. O vídeo é bem divertido e a música é super dançante!

Agora quero saber de vocês: quem aí já escutou o 1989? Quais são suas músicas favoritas? Comentem aí!

Minhas peças favoritas de primavera/verão!


Arquivado em , , , , , , ,
E cá estamos nós na estação mais bonita do ano, a mais colorida e a mais alegre! O legal nisso tudo é que as roupas lançadas transmitem a mesma sensação, né? Nossos looks ficam mais divertidos e cheios de cor. Como não amar?

Esses dias eu recebi um convite da Mucca Shop para mostrar a vocês quais são minhas peças favoritas da coleção de primavera/verão. Eu adorei a ideia e separei quais roupas eu mais uso para inspirá-los naqueles dias de "não tenho nada para vestir". Assim vocês podem conhecer um pouquinho o que eu não abandono nos dias mais quentes. Olhem só!


Eu odeio me sentir desconfortável! Como vocês sabem, passo o dia todo fora de casa porque faço estágio à tarde e estudo à noite. Por este motivo, tenho que usar algo que me faça sentir bem e seja adequado aos dois ambientes, né?

É aí que entra a  legging! Eu adoro a peça por ser versátil e super gostosa de usar. Dá para combinar com camisas, blusinhas, coturnos, sapatilhas, rasteirinhas... Minhas favoritas são as estampadas, principalmente a floral. Porém, não abro mão da preta básica para aqueles dias que quero um visual mais básico. 


Se tem uma peça que está ganhando espaço no meu coração ultimamente é o macaquinho. Confesso que sempre torci o nariz para ele, mas vi tantos lindos nas lojas que passei a vê-lo com outros olhos! Acho que ele é a cara da estação e cai super bem em passeios com a galera ou até mesmo ida à faculdade. É a aposta dos estilistas para o verão 2015!

Os modelos de malha são os mais confortáveis. Vale apostar em cores básicas ou até mesmo nos estampados. Nos pés, uma sandália, sapatilha ou tênis, como o All Star, fica ótimo também! Ah, e claro que não posso esquecer do jeans, o mais amorzinho de todos! Acho super fofo quando vejo alguém usando-o com uma camisetinha por baixo e uma alça solta. Ai, ai... Quero um! 


Todo mundo que me conhece sabe o quanto eu amo vestir saias. A estação pede muito essa peça e dá para brincar com as estampas para deixar o visual mais divertido e estiloso. Eu, por exemplo, gosto de saias mais soltinhas, mas vale apostar em modelos mais justos dependendo da ocasião, viu?


Outra peça que não largo é o vestido! Tenho vários modelos e, para mim, não existe peça melhor, principalmente na primavera e verão. O vestido é super confortável e combina tanto com o trabalho quanto com a faculdade. Eu curto modelos mais justos em cima e mais soltinhos da cintura para baixo. Ah, e a estampa eu não preciso dizer qual é minha favorita, preciso? Fica a dica: tem tudo a ver com a estação que estamos ;)

Agora quero saber de vocês: quais peças mais curtem usar nesta estação? Temos alguma em comum? Comentem aí!

O post é um publieditorial.

Dica da semana: Finding Carter


Arquivado em , , , , , ,
Já fazia um bom tempo que eu não me jogava em uma série nova. Passei a assistir Once Upon A Time no ano passado e viciei, mas acabei ficando por aí. Esses dias uma amiga me indicou Finding Carter, da MTV, e fiquei bem curiosa para conhecer. Aproveitei que esta semana tive um tempo livre para conferir a indicação. E, bom, só uma coisa a dizer: meus trabalhos da faculdade estão super atrasados e a culpa é toda sua, Carter. Vlw flw.

Imagina se toda a sua vida fosse uma mentira? Se quem você julgava ser sua mãe é, na verdade, sua sequestradora? Que nem seu nome é real? É tudo isso que a jovem de 16 anos, Carter Stevens, descobre após ser presa e ninguém ir buscá-la. Depois de algumas horas atrás das grades, a polícia a informa que ela é, na verdade, Linden Wilson e que foi sequestrada por quem ela achava ser sua mãe, Lori.

Agora Carter tem uma irmã gêmea, um irmão mais novo, uma mãe policial e um pai escritor. Obrigada a deixar a vida perfeita com Lori para trás, ela muda de casa e de família. A relação com a mãe e sequestradora em nada se parece com a biológica, uma mulher fria, seca e louca para prender a mulher que sequestrou Carter quando ainda tinha três anos.

O legal é que, além de mostrar a vida da Carter, a série também mostra vários momentos vividos nesta fase da adolescência. Isso torna ainda mais fácil se identificar com personagens, que têm estilos bem variados. Ou seja: você vai se ver na pele do mais rebelde, do que pega todos (as) ou até daquela que é mais quieta e não curte festas.

Eu confesso que não sou muito fã de séries teen, com personagens mais novos que acham que a vida gira em torno de paquera e balada rs. Por isso, no começo, fiquei até receosa de assistir Finding Carter. Mas os episódios me surpreenderam e eu estou realmente curtindo a história. O enredo é bem construído e deixa sempre um gostinho de quero mais no final.

A equipe também se preocupou bastante com os cenários e looks. O quarto da Carter na nova casa, por exemplo, é cheio de detalhes incríveis. A parede é parecida com uma lousa, onde foram desenhados a cabeceira da cama e alguns quadros, e impossível não reparar no varal de fotos feito com pisca-pisca. Além disso também dá para se inspirar no escritório do pai. Há vários post-its colados na parede e uma estante enorme com livros. Olhem só:


O estilo da Carter também é demais! Ela se veste com peças confortáveis e estilosas. Blusas caídas, que deixam um ombro à mostra, são suas favoritas. Ah, e ela aposta muito em acessórios. Impossível não reparar nos vários anéis que ela usa.


Para quem curte conhecer novas músicas, fica a dica: a trilha sonora também é demais! Fiquei tão apaixonada que procurei no Google e encontrei um link com todas as canções dos episódios (confiram). A música de abertura também é apaixonante e já estou viciada! haha

A série já tem uma temporada completa e a MTV renovou para a segunda (#todoscomemoram). São apenas 12 episódios com mais ou menos 35 minutos cada, então dá para assistir rapidinho. Quem ficou afim e quer conferir, eu estou acompanhando pelo Mega Filmes HD neste link. Ainda estou no quinto episódio, mas se prosseguir neste ritmo, até amanhã eu termino todos! #adeusvida

E vocês? Já conheciam Finding Carter? Comentem aí!