Tag: 11 things


Arquivado em , , , , , , , , ,
Não sei vocês, mas eu adoro posts mais pessoais. Gosto de sentir que estou mais próxima do blogueira, saber detalhes 'simples' sobre a pessoa, essas coisas. O legal nisso tudo é que a gente enxerga ali alguém que poderia, facilmente, ser nosso amigo, né? 

É por isso que eu adoro tags! Sei que não respondo muitas aqui no blog, mas esses dias fui indicada para responder uma bem legal. Ela se chama 11 things (11 coisas, em português) e quem me marcou foi a Shara do blog Trama Retrô. Nesta tag eu tenho que falar onze fatos sobre mim, responder onze perguntas do blog que me indicou e listar outros onze blogs para responder as perguntas que eu fiz no final. Então, vamos lá?

  • 11 fatos sobre mim

1. Uso óculos desde os três anos de idade.
2. Eu já quis ser dançarina, professora, web designer e até cabeleireira. Mas, ó, apesar dos defeitos da profissão, eu não me imagino em outra área que não seja o Jornalismo <3
3. Eu adoro conhecer novas histórias e isso é válido tanto para livros quanto para conversas com pessoas.
4. Uma das poucas coleções que faço são de coisas bobas, mas que marcam momentos especiais. Tenho guardados objetos como ingresso de cinema, crachás de coberturas, entradas de shows além de fotos. Alguns estão no meu mural que fica bem ao lado da cama. O legal é que ele é a primeira coisa que vejo quando acordo. É tipo "olha quanta coisa legal você já viveu". Espero que eu continue com muito conteúdo para pregar lá...
5. Tenho mania de ver revistas de trás para frente.
6. Minha estampa favorita é o floral e a cor que mais gosto é vermelho.
7. O apelido mais diferente que já me deram foi 'web diva'.
8. Não consigo escrever quando estou muito feliz nem com música. Neste último caso, tenho que escutar alguma música e só depois escrevo. 
9. Sou muito sonhadora e tenho vários sonhos para realizar. Entre eles está viajar o mundo e publicar um livro.
10. Minha voz é bem fininha e no telefone parece que é uma criança de cinco anos falando haha.
11. Eu adoro Itubaína. Melhor refrigerante ever!

  • 11 perguntas feitas pelo blog que me indicou

1. Quando conheceu e se interessou pelo mundo da blogosfera?
Conheci a blogosfera em 2006. Na época, criei um blog para falar sobre a banda RBD. Acho que ele existiu por um ano, mais ou menos. Depois miguei para o mundo dos fotologs e só voltei a ter um blog em 2010.

2. E o que mais te chamou atenção?
O que mais me chama atenção é a maneira como podemos ter nosso espaço e descobrir pessoas parecidas, que curtem as mesmas coisas. E claro: fazer amizades <3

3. Em algum momento pensou em desistir? 
Já, sim! Penso em desistir quando vejo que não dou conta de tudo. Porém, não vivo sem isso aqui pois é como uma parte de mim!

4. Qual conselho/dica você daria para uma pessoa que está começando hoje?
Paciência! A blogosfera está crescendo muito e a cada dia está mais difícil se destacar. Por isso, nada de criar blogs só pela fama ou mimos. Seja você, escreva sobre o que goste e só faça se realmente curte isso tudo. 

5. Quais os blogs que você busca inspiração?
Eu gosto de me inspirar mais no dia-a-dia do que nos blogs, sabem? A inspiração que tenho vem das pessoas que encontro na rua, dos amigos, etc. Acho que isso faz com que eu tenha meu jeitinho de levar as coisas :)

6. Quais assuntos você mais gosta de falar em seu blog? 
Eu mudo de assunto favorito toda hora haha. Mas atualmente, estou curtindo escrever mais textos pessoais e postagens sobre música.

7. Sua opinião sobre "Segui. Sigo de volta"?
Odeio! É válido, sim, deixar o link do seu blog no final do comentário (que, aliás, tem que ter a ver com o post, né?). O blogueiro quer um feedback dos leitores, quer bater papo, também. E um "segui, segue de volta?" não é resposta. Para mim, é "forçar" alguém a visitar seu espaço. 

8. Uma coisa que você não curte ver em blogs?
Excesso de publicidade.

9. Como você consegue conciliar o blog com seu dia a dia?
É bem difícil e está cada dia pior! Nos dias de semana fica complicado atualizar o blog porque o estágio e faculdade me derrotam haha. O jeito é escrever no fim de semana e agendar as postagens. 

10. Como foi ver as pessoas descobrindo que você tem um blog? 
Estranho e, por outro lado, divertido. É muito gratificante saber que as pessoas curtem o que faço. 

11. O que espera do seu futuro como blogueira?
Continuar escrevendo no Julie de Batom e mantê-lo por muito, muito, muito tempo!

  • 11 perguntas para os blogs indicados

1. Como você entrou para a blogosfera?
2. Por que você escolheu esse nome para seu blog?
3. Qual blogueira você adoraria conhecer pessoalmente?
4. Qual seu passatempo favorito quando não está blogando?
5. O que você mais gosta de ver em blogs?
6. Qual foi a coisa mais legal que já aconteceu com você por ter um blog?
7. Já teve alguma dificuldade com o blog? Qual?
8. Você curte escrever sobre quais assuntos? Por quê?
9. O que você faz quando está sem inspiração para postar?
10. Quais seus planos para o futuro do seu blog?
11. Conte alguma curiosidade sobre seu blog :)

  • 11 blogs que indico


Agora quero saber de vocês: quem curtiu o post? Comentem aí! Eu adorei responder a tag! Se quiserem me marcar em alguma, fiquem a vontade, tá? É só avisar aqui no post que eu respondo :)

Playlist JDB: músicas para inspirar


Arquivado em , , , ,
Uma das coisas que eu adoro fazer antes de começar algum texto é escutar música. Se estou sem inspiração ou não sei como prosseguir, dou o play em uma canção favorita e aí tudo sai naturalmente. Sei que muitos leitores aqui do blog também escrevem e às vezes, assim como eu, têm seus bloqueios criativos. Como adoro música e escrita, resolvi juntar os dois em um post e montar uma playlist amorzinho com as canções que me inspiram. Espero que elas tenham o mesmo efeito em vocês <3


E vocês? Curtiram a playlist? Também tem uma especial de inspiração? Contem aí nos comentários!

No ângulo: Camila Mabeloop


Arquivado em , , , , , ,
Foto por Lud Lower

Quem disse que só blog de moda e beleza faz sucesso na web? Tem muitas blogueiras falando sobre outros temas por aí e se destacando cada vez mais, viu? Uma grande prova disso é a Camila Mabeloop, dona do blog Desejo Adolescente, que traz vários posts legais sobre livros, música e filmes. O nome deve até ser familiar para você, afinal ela venceu na categoria culturetes do Teen Web Awards, concurso realizado pela revista Capricho. Tanto sucesso assim não é a toa não, tá? O DA, como é carinhosamente chamado, é um dos meus blogs favoritos. E ele vai longe!

Conheci a Cami há muito tempo, lá no comecinho dos nossos blogs. Ela foi uma das primeiras amigas que fiz na blogosfera e até nos encontramos no lançamento do De Volta Aos Quinze, primeiro livro da trilogia Meu Primeiro Blog, escrito pela Bruna Vieira (confira o post). Esses dias, conversei com a Camila pelo Facebook e a convidei para ser a próxima entrevistada na tag No Ângulo. Já queria atualizá-la há um tempo e tinha planos de trazer alguns blogs diferentes para vocês. E por que não juntar tudo em um só, né? 

O resultado foi um bate-papo super legal! Nós duas conversamos sobre o início do DA, o prêmio que ela recebeu da Capricho, entre outros assuntos. Ficou curioso para conhecer mais sobre a culturete mais fofa da blogosfera? É só conferir a entrevista ;)

JULIE: O que fez você entrar para a blogosfera?
CAMILA MABELOOP: O primeiro blog que eu criei foi para compartilhar os textos legais que eu lia na internet. Depois criei outro para falar dos famosos, outro para moda, e acabei criando vários blogs. O Desejo Adolescente surgiu na ideia de criar um blog que eu pudesse falar de tudo.

J: Desde o começo o Desejo Adolescente já tinha o objetivo de ser mais cultural? O que fez você optar por assuntos mais diferentes daqueles de sempre?
CM: Na verdade, não. Apesar do primeiro blog já ser nesse estilo cultural com textos, eu acabei conhecendo blogs famosos e “percebi” que o que era legal eram os assuntos de moda e beleza. Durante um tempão eu cai no erro de querer falar de assuntos tendências da internet, e o blog não saia do lugar. Quando comecei a pegar os livros na biblioteca eu senti que precisava compartilhar aquilo com alguém. E eu tinha o blog, daí pensei em falar disso por lá. Acho que deu certo. Falar de coisas que gosto e que sei do que estou falando foi essencial na minha vida. Isso mostra que temos sempre que falar de coisas que a gente sabe e entender que tem leitor para todo tipo de blog, desde cultural até look do dia.

J: Você foi uma das vencedoras do Teen Web Awards, concurso realizado pela revista Capricho. Como foi receber a notícia que tinha sido indicada?
CM: Foi tipo: 'AHHHHHHHHHH'. Basicamente rs. Quando eu recebi o primeiro e-mail, da Paula Buzzo, eu só pensava: 'A Capricho sabe que eu existo?!!'. Quando eu vi no site, percebi que a coisa era realmente grande e séria, e eu pensei que aquela era minha chance de fazer a diferença. Eu ia fazer de tudo para me destacar de alguma forma e minha família ia ter que passar horas e horas votando para me ajudar rs. Até então eu não sabia que poderia contar com alguém sem ser as pessoas ao meu redor.

J: Como foi o apoio dos leitores no processo de votação? Foi uma surpresa?
CM: Foi uma grande surpresa. Como eu estava dizendo na outra pergunta, eu nem tinha ideia de que alguém ia me ajudar em uma votação. Ainda mais com as blogueiras que estavam concorrendo comigo, elas são ótimas e a maior parte já tinha mais público 'em números' que eu. Inclusive, no post que fiz falando da votação, um leitor me avisou, 'Olha vou votar em você, mas acho que não vai ganhar, você tem poucos leitores'. Mas foi por causa do voto do público que eu ganhei, foram meus leitores, meus amigos e minha família que me levaram até meu sonho.

"Eu posso ser quem eu sou. Tudo se resume a isso. Na internet eu nunca tentei agradar ninguém (...) Sou apenas eu mesma e encontrei um monte de gente legal que gosta de mim e me mostrou que eu poderia ser eu mesma"

J: Qual momento mais incrível que aconteceu com você durante o concurso?
CM: Sem dúvidas as dezenas de mensagens que eu recebi, além de todo mundo ter votado bastante. Eles me apoiavam o tempo todo. Mandavam mensagens de carinho, de motivação e isso fez com que eu me empolgasse na votação e me motivou a criar conteúdo o tempo todo. Sem essas mensagens eu não saberia se tinha chances e teria desistido, não teria me dedicado no blog e às maratonas de votos rs. 

J: Como você descobriu que era uma das vencedoras? Qual foi sua reação?
CM: Eu recebi um e-mail. Foi o melhor e-mail da minha vida. Eu surtei, pirei, gritei, chorei, tudo o que você pode imaginar. Minha irmã foi a primeira que ficou sabendo e ela surtou junto comigo. Saímos gritando pela casa... Enfim, essas coisas bem normais haha. Fala sério, como eu poderia imaginar que ia ganhar? Mesmo que tivesse o voto do público (o que eu já achava impossível), eu ainda teria que conquistar algum jurado. Era algo muito louco. Uma emoção indescritível e única. Depois rolou a entrevista como vencedora, eu tive que me segurar para não chorar no telefone. Aquilo realmente estava acontecendo.

J: O Desejo Adolescente vem crescendo bastante de uns tempos para cá. Como você lida com isso? 
CM: Cada coisa para mim é única, nada perde a graça. Fico com friozinho na barriga ao falar de entrevista. Fico nervosa, ansiosa, é uma doideira. E eu fico espantada mesmo. Tem tanta gente boa na internet, que faz um trabalho incrível, que eu nem me acho merecedora de tanta coisa legal. Cada sonho realizado percebo que vale a pena sonhar alto, bem alto e acreditar sempre. Para realizar um sonho você precisa sonhar antes. Quem não sonha, não realiza, vive na chata mesmice. Eu sempre quis abrir uma revista e me ver lá dentro, ninguém acreditava que poderia realizar isso, mas eu fiz acontecer. Eu vivo cada coisa com a maior intensidade, é assim que lido com as coisas, aproveito cada momento.

J: Qual foi o momento em que a ficha caiu e você percebeu que o Desejo Adolescente estava conquistando seu espaço?
CM: Eu acho que foi quando a Coca-Cola me convidou para uma parceria especial. Nenhuma empresa grande tinha falado comigo ainda, eles foram os primeiros 'grandes' que acreditaram em mim. Quando eu fui a um jantar dos blogueiros selecionados (eram uns 10 de São Paulo, ou menos) eu percebi que poderia fazer a diferença e que eu tinha um espaço especial para chamar de meu. Ali foi o começo de uma sucessão de coisas legais.

"Fala sério, como eu poderia imaginar que ia ganhar? Mesmo que tivesse o voto do público (o que eu já achava impossível), eu ainda teria que conquistar algum jurado. Era algo muito louco. Uma emoção indescritível e única

J: Quais são suas inspirações na blogosfera? 
CM: A Bruna Vieira foi a primeira que conheci. Eu já tinha um blog e não conhecia nenhum outro ainda. Fui procurar crônicas bonitas e achei a Bru, faz uns 5 anos. Até hoje é a minha favorita. A Pâm Gonçalves, do Garota It, foi a primeira blogueira literária que conheci. Ela me mostrou que livros era um assunto muito legal para falar na internet também. E a Bianca Andrade, do Boca Rosa, é uma blogueira que me diverte muito. Ela é simpática, humilde e eu me inspiro muito no jeito dela.

J: Como é sua rotina com o blog?
CM: É uma coisa bem louca na verdade. Eu chego da faculdade, almoço e vou cuidar do blog. Respondo e-mails, comentários, atualizo (o dia todo) as redes sociais, tiro fotos, mostro as coisas que recebi e faço as matérias para o blog. É bem corrido, principalmente com a faculdade. Preciso acordar muito cedo e não posso dormir tarde para poder ter forças para estudar rs, então eu preciso fazer tudo até um certo horário (umas 21h) e descansar para levantar às 5h.

"Cada sonho realizado percebo que vale a pena sonhar alto, bem alto e acreditar sempre. Para realizar um sonho você precisa sonhar antes. Quem não sonha, não realiza, vive na chata mesmice"

J: Quais são seus planos e desejos para o futuro do DA?
CM: O que eu mais quero agora é cuidar do canal no Youtube. Tem coisas que só da para mostrar em vídeo e eu não tenho muitos recursos ainda, então estou me dedicando ao máximo para fazer do blog meu trabalho (maior desejo) e poder investir no material que preciso para cuidar do site. É muita coisa que acaba sendo necessário e que com o crescimento do blog é difícil não ter. Além da câmera eu preciso de um computador realmente bom, iluminação, etc. Mas por enquanto estamos vivos ainda com o que tem rs.

J: Após quase quatro anos de blog, o que mudou em sua vida, profissional e pessoalmente?
CM: Eu sou outra pessoa. Hoje eu acredito em mim mesma, não tenho medo de falar o que penso e sou uma pessoa mais informada, dedicada, extrovertida. Tudo isso é graças ao blog. Antes eu tinha medo de falar o que pensava em uma roda de amigos. Hoje, mesmo ainda sendo tímida, não tenho vergonha de expor minhas opiniões. E o blog me ajudou a decidir minha faculdade, fiquei um ano em Rádio e TV, mas percebi que Jornalismo é o meu caminho.

"No post que fiz falando da votação, um leitor me avisou, 'Olha vou votar em você, mas acho que não vai ganhar, você tem poucos leitores'. Mas foi por causa do voto do público que eu ganhei, foram meus leitores, meus amigos e minha família que me levaram até meu sonho"

J: O que você aprendeu com o blog durante todo esse tempo?
CM: Que eu posso ser quem eu sou. Tudo se resume a isso. Na internet eu nunca tentei agradar ninguém, não tentei ser bonita nem a mais inteligente, não li os livros mais importantes da literatura para parecer uma pessoa cult. Sou apenas eu mesma e encontrei um monte de gente legal que gosta de mim e me mostrou que eu poderia ser eu mesma.

J: Quais são suas dicas para quem está começando agora na blogosfera?
CM: Só fale de coisas que você goste, o resto vai ser fácil se você não tentar falar de coisas que para outro blogueiro faz sucesso. Seja você mesma, fale de coisas que te agradam, se dedique e devagarzinho tudo vai dar certo, acredite. 

"Falar de coisas que gosto e que sei do que estou falando foi essencial na minha vida. Isso mostra que temos sempre que falar de coisas que a gente sabe e entender que tem leitor para todo tipo de blog, desde cultural até look do dia"

Obrigada pela entrevista, Cami! Foi muito legal conhecer mais sobre você e o Desejo Adolescente. Tenho certeza que ainda verei o DA brilhando muito por aí <3 Ah, e vale acompanhar a Camila nas redes sociais, também! Ela está no Facebook, Instagram, Twitter e Youtube

E vocês? Curtiram a entrevista? Já conheciam o blog? Comentem aí!